SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Quebre os Estigmas

Rugas, cabelos grisalhos e/ou brancos, perda de cabelos, menos capacidade de realizar atividades simples como ir ao banco, ao supermercado, caminhar, sair com os amigos, namorar, fazer sexo.

Se esta é sua visão de envelhecimento é hora de repensar. Estes estereótipos não podem generalizar o perfil do idoso. Cada dia mais os idosos tem alcançado esta fase da vida mais saudáveis, com independência e autonomia.

Abaixo, elencamos os principais estigmas:

Idosos são incapazes

Cada dia mais é possível verificar o contrário. Com o aumento da expectativa de vida e do número de idosos é notório o quanto eles estão mais ativos, independentes e com autonomia. O que ainda falta para que esta verdade seja expandida é haver políticas públicas voltadas para as necessidades desta população: desde mobilidade, até empregabilidade, educação, cultura, lazer. Como qualquer outro indivíduo

 

A velhice é triste

Você já viu um grupo de idosos em viagens de grupo? Ou mesmo com sua família?! Já os viu dançando, namorando?! Pois bem, a velhice de longe é sinônimo de tristeza. Como dissemos nada deve ser generalizado. Há sim pessoas idosas com depressão, assim como em outras faixas etárias. Esta condição não está condicionada a idade, mas a saúde.

 

Idosos são “velhos” e ultrapassados

Os idosos estão cada dia mais conectados a computadores, celulares e outras tantas atividades tecnológicas. Estas práticas além de conectarem com um mundo, ainda ajudam na manutenção das habilidades cognitivas. Inclusive, uma pesquisa da Mayo Clinic atestou isso, com base nos resultados obtidos ao acompanhar por quatro anos 1.929 pessoas com mais de 70 anos.

 

Idosos não são produtivos. São inúteis ao mercado de trabalho e a econômica

Segundo o Estatuto do Idoso é considerada idosa toda pessoa igual ou superior aos 60 anos de idade. Nesta idade, o ser humano – se saudável e sem restrições – está ativo e pode sim exercer diversas funções no mercado de trabalho. O que ocorre hoje (e foi exacerbado pela conjuntura econômica pela qual o país passa) é que há oferta de mão de obra desta população, mas o mercado não absorve.

 

Estar velho é o prenúncio do fim

Engana-se quem vê a velhice como o momento em que a vida termina. Pelo contrário. Para muitos idosos, é nesta fase que ela começa! Esta proximidade da terminalidade, da finitude do ser humano não se restringe aos idosos. Estamos todos sujeitos a ela. Atualmente, os idosos realizam atividades diversas de lazer, culturais, intelectuais, educacionais e físicas. Com isso, extraem o melhor que o organismo consegue proporcionar.

 

Dicas

01 – CUIDE DA PRESSÃO ARTERIAL
A hipertensão arterial pode levar a insuficiência renal, insuficiência cardíaca, derrame cerebral, ataque cardíaco e acelera a arteriosclerose.

02 – EVITE A OBESIDADE
Mantenha-se no peso ideal.

03 – NÃO FUMAR
O fumo se relaciona com o câncer no pulmão, enfisema pulmonar, úlceras, impotência sexual, ataque cardíaco, gangrena nas pernas, hipertensão arterial e suas conseqüências.

04 – FAÇA EXERCÍCIOS AERÓBICOS tipo caminhadas (passos rápidos), entre 30 minutos a 1 hora por dia. Haverá melhora do condicionamento cardio-respiratório. Haverá melhora também na produtividade, libido, tônus muscular, memória, tensão e ansiedade, qualidade do sono, fadiga… Dá mais energia, etc. “A saúde do idoso está nos pés”.

05 – PRATICAR ESPORTES é muito salutar, porém como lazer, sem competir.

06 – PROCURE ELIMINAR AS TENSÕES E “STRESS”
Organize melhor sua vida, aprenda a fugir de “problemas”- discipline-se para não se enervar com coisas pequenas – Quando diante de problemas inevitáveis, lembre-se que poderiam ser maiores, “tire-os de letra”, seja alegre e tolerante, ignore os ignorantes, divida responsabilidades, não seja apressado, seja um otimista, tenha amor próprio.

07 – CONTROLE AS GORDURAS SANGÜÍNEAS
Lipoproteínas, colesterol e triglicerídeos fora dos limites normais, predispõe a arteriosclerose e suas conseqüências, (infarto, derrames cerebrais, etc.) não seja um “esclerosado”. Declare “guerra” ao excesso de triglicerídeos e colesterol.

08 – FAÇA INGESTÃO ADEQUADA DE VITAMINAS
Através de boa alimentação e suplementações, evite exageros e “mega-doses”, doses excessivas dão problemas na certa.
Exemplos: o excesso de vitamina A provoca danos ao fígado, dores de cabeça e borramento da visão; o excesso de vitamina D causa distúrbios musculares e cardíacos; doses altas de vitamina C podem precipitar a formação de cálculos renais. A dose alta e excessiva de qualquer vitamina sempre traz conseqüências danosas.

09 – Não se esqueça dos OLIGOELEMENTOS (cobre, zinco, manganês, selênio, etc.) que são vitais para o organismo; a suplementação nas doses corretas é importante.

10 – NUNCA tome medicamentos sem orientação médica, não repita receita médica por conta própria. Lembre-se que o uso abusivo ou inadequado de remédios é uma das grandes causas de mortalidade. Tome muito cuidado com “Remédios Novos” e “Novidades”.

11 – Nunca faça “dietas da moda” quase sempre são exageros sem nenhuma base científica, comumente trazem problemas sérios.
O único modo seguro para emagrecer é reduzir corretamente a ingestão de calorias.

12 – Fuja dos medicamentos moderadores de apetite.

13 – CONTROLE SUA GLICEMIA (AÇÚCAR NO SANGUE)
Diabete é uma das maiores causas do envelhecimento precoce e causa severos danos em importantes órgãos (olhos, rins, cérebro) e na circulação, leva a impotência sexual, acelera a arteriosclerose e diminui a resistência orgânica.

14 – CUIDADO COM BEBIDAS ALCOÓLICAS
Beba com moderação, não passe de 1 aperitivo ou 1 copo de cerveja; dar preferência aos vinhos tintos.

15 – CUIDE DA VISCOSIDADE DO SEU SANGUE. O sangue menos viscoso circula melhor oxigena mais (seu médico o orientará).

16 – As melhores sobremesas não são os doces, são as frutas, o excesso de doces significa mais calorias e mais obesidade,
é saudável o uso diário de mel puro (1 colher de sopa).

17 – Evite o mais que puder os seguintes alimentos: FRITURAS EM GERAL, leite integral, nata, creme e manteiga de leite, gema de ovos, maionese, queijos curados, carnes gordas, miúdos, embutidos em geral (frios), toucinho, banhas, frutos do mar (crustáceos) e todos os alimentos que contém gordura hidrogenada.

18 – Viva a vida dentro das normas sociais, porém nunca viva em função total delas, não se apegue a normas e “tabus”, ignore os preconceitos, seja “autêntico”, não viva em função do que os outros pensam; valorize você mesmo. Evite sempre que possível, fazer o que não gosta. Um preconceito inaceitável é com relação à sexualidade. É importante exercitá-la.

19 – Tenha um “hobby”, dedique parte do seu tempo a ele. PROCURE FAZER O QUE VOCÊ GOSTA.

20 – Conviva com outras pessoas, amigos e familiares, FUJA DO ISOLAMENTO E DA SOLIDÃO.

21 – 2 ou 3 vezes por semana substitua a carne vermelha (bovina) por carne branca (frango e/ou peixe).

22 – Cuide de seu organismo tanto ou mais que de suas coisas, nada é mais importante que sua vida com saúde; não se trate sozinho ou por orientação de leigos, cuide dos eventuais problemas da saúde nas fases iniciais, evite que o mal cresça, utilizando os modernos recursos diagnósticos da medicina atual.

23 – Tire regularmente suas férias, fugindo da rotina diária.

24 – Repouse de 6 a 8 horas por dia, dormindo algumas destas horas.

25 – Faça ingestão diária de alimentos ricos em fibras (feijão, verduras, aveia, maçã, pão integral, centeio, manga, germe de trigo, etc.), pois as fibras são importantíssimas para o aparelho digestivo e ajudam controlar o colesterol. Quantidade ideal 25 a 35 g/dia.

26 – A alimentação diária só é completa quando ingerimos: frutas (especialmente banana, maçã, mamão, laranja e acerola), verduras, legumes, cereais, LEITE MAGRO e carne magra. As melhores verduras são: alface, couve, agrião, brócolis, espinafre, almeirão e chicória. Os legumes: cenoura, vagem, rabanete.

27 – Mulheres e homens a partir dos 40 anos devem ingerir pelo menos 2 copos de leite magro diariamente e tomar sol pelo menos 20 minutos por dia.

28 – Toda mulher a partir do momento que inicia o climatério, com ou sem sintomas, deve procurar o seu médico (Ginecologista, Geriatra, Clínico, etc.) para avaliar a possibilidade de fazer reposição hormonal, o que contribuirá para minimizar a Osteoporose e o envelhecimento precoce, dentre outras vantagens.

29 – A comida “Típica” brasileira (arroz, feijão, verduras e bife) é uma das “melhores do mundo” do ponto de vista Geriátrico.

30 – Beba no mínimo 1,5 litro de líquidos diariamente (água, sucos, água de côco, chá e leite desnatado), coma alimentos ricos em potássio (banana, laranja, tomate) e fibras, costumamos dizer que o aparelho digestivo do idoso gosta muito de líquidos, potássio, fibras e caminhadas.

31 – Faça pelo menos 3 refeições ao dia – a mais importante é a primeira (café da manhã) e a mais leve é a última (jantar).

32 – EXERCITE UM POUCO TODOS DIAS A SUA MENTE: leituras, filmes, estudo, escritas, jogos, palavras cruzadas, conversar e interagir com outras pessoas.

33 – NUNCA comer muito sal.
Faça esforço para reduzir o sal. O brasileiro em geral come 5 vezes mais sal que o necessário (6g/dia é o suficiente).

34 – Não importa a idade, tenha sempre algo para fazer, alguma obrigação ou trabalho, nunca ficar totalmente ocioso; não abra mão do seu direito de opinar, participar e comandar. Tenha sempre um “IDEAL” para ser conquistado ou pelo menos mantido. O homem começa a morrer quando não tem mais ideal. “OS ANOS ENRUGAM A PELE, A FALTA DE ATIVIDADE E DE IDEAL ENRUGAM O ESPÍRITO”.

35 – Diariamente, os banhos devem ser frios ou mornos – evite os banhos muito quentes.

36 – Tomar até 2 xícaras de café por dia (café quente feito na hora) é hábito saudável.

37 – É benéfico para a maior longevidade da pessoa, que seus locais de família, trabalho e lazer estejam próximos.

38 – Tome muito cuidado com a ociosidade que costuma vir junto com a aposentadoria; é muito comum aparecer doenças depressivas nesta fase; programe sua vida de aposentado. Tenha sempre algo para fazer – releia o item 34.

39 – Tenha sempre um médico de sua confiança, O SEU MÉDICO; deixe que ele, que cada vez mais conhece você, seu organismo, sua família, oriente seus tratamentos e quando necessário ele fará a indicação de outro(s) profissional(is). Ao famoso e conceituado médico Dr. Miguel Couto atribui-se a seguinte frase: “Quem tem um médico, tem médico; quem tem dois médicos tem meio médico; quem tem três ou mais médicos acaba não tendo nenhum”. “Quem anda de médico em médico, acaba se transformando em Farmácia Ambulante”.

40 – É preciso conscientizar que o ser humano tem 3 fases, 3 idades bem distintas: criança – adulto – velho. Em cada uma destas fases da vida, são bastante diferentes a forma de manifestações das doenças, a intensidade e a maneira de tratá-Ias, são grandes as diferenças orgânicas e psicológicas, existem doenças gerais e doenças típicas em cada uma destas fases, a reação aos medicamentos e a capacidade de defesa do organismo variam muito em função da idade.

41 – Pela ação antioxidante e de combate aos radicais livres é muito importante na 3ª idade as vitaminas A, E e C, os oligoelementos zinco, selênio e cobre em doses corretas, sem excessos. Converse com seu médico sobre os antioxidantes e o combate aos “radicais livres”.

42 – A partir dos 50 anos de idade, consulte seu médico pelo menos uma vez por ano, mesmo que julgar desnecessário, para que seja feito um bom exame clínico e se necessário exames laboratoriais. Prevenir é o melhor remédio.

43 – Os alimentos crus, cozidos e assados são mais saudáveis; as frituras você deve abolir do seu dia-a-dia. As conservas, condimentos e temperos fortes, em uso rotineiro, não fazem bem. O azeite de oliva, o óleo de soja, milho, girassol e canola não tem colesterol. Comer molho de tomate, chocolate amargo, alho e cebola é habito salutar e lembre-se que o tipo de carne (porco, vaca, frango ou peixe) é menos relevante; o que importa mais é que a carne seja magra. Em geral as carnes brancas são as melhores. Faça 3 (três) refeições por dia, sendo a primeira mais substanciosa e a última (jantar) mais leve.

44 – Trabalhe como se fosse viver eternamente porém viva a vida pois a morte é inevitável. “MAIS IMPORTANTE QUE ACRESCENTAR ANOS À VIDA É ACRESCENTAR VIDA AOS ANOS”. Preocupe-se com sua qualidade de vida.

45 – A espécie humana tem programação genética para viver 120 anos. É difícil, porém possível, chegar lá: seja comedido em todos os seus atos – evite os excessos em todas as suas atividades. Conheça os limites adequados para TUDO que se for realizar. O “segredo” da vida saudável e feliz depende muito de andar, trabalhar, amar e cuidar-se (saúde, alimentação).