SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

Governo do Estado de Alagoas

Dicas de Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde – SESAU, preocupada com a disseminação variada e intensa de informações sobre o registro de casos de febre amarela no estado de Minas Gerais, na região Sudeste do Brasil, transmite, por meio desta Nota Informativa, esclarecimentos básicos e disponíveis sobre a situação, tomando como referência o que vem sendo divulgado pelo Ministério da Saúde e as orientações de praxe adotadas na rotina de vigilância e controle da doença. Segundo essas orientações e rotinas, Alagoas e os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Espírito Santo e Rio de Janeiro, não fazem parte da região endêmica para a febre amarela. As demais unidades federadas são caracterizadas, total ou parcialmente, como área de risco. Qualquer outra recomendação ou medida será adotada em consonância pela gestão estadual e municipal do SUS em Alagoas, seguindo orientação precisa e específica do Ministério da Saúde. A febre amarela em Alagoas Alagoas, como área não endêmica, segue a orientação do Ministério da